Saiba detalhes da briga que causou o fim da parceria entre Victor e Leo

0
94
Saiba detalhes da briga que causou o fim da parceria entre Victor e Leo (Foto: Reprodução/Divulgação)
Saiba detalhes da briga que causou o fim da parceria entre Victor e Leo (Foto: Reprodução/Divulgação)

Entenda motivos que levaram a separação de Victor e Leo que agora tem uma data da volta ao meio sertanejo confirmada pelo Movimento Country

A parceira de 27 anos da dupla Victor e Leo foi interrompida em 2018 após uma grande polêmica envolvendo Victor Chaves. A imagem da dupla ficou muito negativa quando um dos integrantes foi condenado na Justiça e eles acabaram perdendo muitos projetos de trabalho. Além disso, a convivência entre eles também foi um fator que pesou. Agora, o Movimento Country recebeu em primeira mão a confirmação da volta de Victor e Leo e relembra os motivos da separação.

Nos últimos meses não foi incomum saber de algum lançamento de Victor ou de Leo em carreira solo. O suspense que rondava o meio sertanejo sobre a volta da dupla tinha um futuro incerto desde o rompimento polêmico dos músicos e irmãos. Tudo começou em 2017, quando a empresária e esposa de Victor Chaves, Poliana Baganiti, denunciou o então parceiro por agressão. Na época ela estava grávida de quatro meses do segundo filho do cantor.

A confusão aconteceu em um prédio de luxo em Belo Horizonte, onde o integrante de Victor e Leo morava com a ex esposa e a filha Maria. Segundo consta, a briga se deu devido a interferência da mãe de Victor, Marisa, na criação da neta. Já tendo problemas de convivência com a nora, tudo se agravou nesse dia quando Poliana precisou ir à delegacia depor contra Victor e sua família.

Assuntos Relacionados

Após um vídeo do elevador do prédio vir à público e o cantor ter sido visto com comportamento violento com Poliana, a dupla sertaneja ficou ameaçada e no ano seguinte chegou ao fim. Leo chegou a declarar que já havia um desgaste entre ele e o irmão em relação a projetos de trabalho e eles queriam recuperar a boa relação. E após as denúncias ficou ainda mais insustentável a continuidade da parceria.

“A gente deu uma pausa porque tanto eu como ele tem certeza que no futuro a gente se encontra. Não é uma separação onde você vai para um lado definitivamente. Sabemos que a gente vai voltar mas não agora.”, revelou Leo em uma participação no Altas Horas. Conforme foi apurado pelo Movimento Country, esse futuro está cada vez mais perto e ao que tudo indica a volta será feita em 2023 com uma turnê intitulada “Fadas” que promete ser inesquecível.

Em relação a Victor, ele já foi condenado a 18 dias de prisão simples pelo ocorrido e ao que tudo indica consegue ter uma boa relação com a ex esposa em prol dos filhos. Ela mesma confirmou que não há possibilidade de voltar com o músico e inclusive tem uma medida protetiva contra ele, no entanto, eles se esforçam para manter uma amizade que possa ser benéfica para a criação dos filhos.

EXCLUSIVO: Victor e Leo voltam em 2023 com a turnê “Fadas”

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Após muitos pedidos dos fãs, os irmãos Victor e Leo, que restabeleceram a amizade após brigas e polêmicas e impactaram a música sertaneja com um possível anúncio de volta da parceria, negada dias depois, já planejam o retorno da dupla sertaneja aos palcos e o Movimento Country recebeu informações exclusivas de um dos empresários da dupla.

A informação foi divulgada exclusivamente durante a gravação do podcast EnterHits, apresentado por Ênio Silvério e Reinaldo Barriga em parceria com o Movimento Country, que comenta as principais notícias do mundo sertanejo e está presente na playlist “Rolê Sertanejo, primeira do Brasil a mesclar notícias e músicas diariamente.

“Marcos Dias, um dos empresários da dupla Zé Neto e Cristiano, me confessou esta semana que estará a frente, a partir de agora, da carreira do cantor Leo, que fazia dupla com seu irmão Victor. A partir de 2023 será lançada a tour ‘Fadas’ e assim a volta da dupla Victor e Leo ao mercado brasileiro”, revelou Ênio, um dos maiores radialistas do Brasil, em nosso podcast.

Ouça o episódio com a notícia exclusiva: