URGENTE! Após Coronavírus, cantoras sertanejas proíbem entrada de fãs no camarim

0

Cantoras sertanejas mantêm shows, mas cancelam visitas ao camarim após a chegada do Coronavírus

Depois de países como China, Itália, França e Estados Unidos suspenderem diversos eventos para tentar conter a pandemia de coronavírus, as cantoras sertanejas adotaram medidas para evitar a propagação da doença.

Siga o Movimento Country no Instagram e acompanhe as principais notícias

Festivais, como o Lollapalooza, exposições, estreias de cinema e shows estão sendo cancelados por aqui. Mas alguns sertanejos decidiram manter suas agendas. Para auxiliar no combate ao covid-19, no entanto, estão adotando outras medidas.

Marília Mendonça e Maiara e Maraisa decidiram, por exemplo, suspender a visitas a seus camarins.

A assessoria de imprensa de Marilia informou, à revista Quem, que a medida foi tomada pensando, principalmente, no filho da cantora, Léo.

Não dá para receber um fã e não dar um abraço e um beijo. Os shows estão de pé até agora, e só serão suspensos caso o contratante decida. A suspensão de visitas ao camarim foi escolha dos artistas“, informou à publicação.

Outros artistas estão se preocupando com a doença e estão cancelando a interação com fãs, incluindo Bruno e Marrone, Henrique e Juliano, Zé Neto e Cristiano, Gaab e Murilo Huff.

Governo pode suspender shows e festivais em todo o Brasil

A OMS declarou nesta quarta-feira (11) que há uma pandemia do coronavírus em curso em escala mundial e isso pode afetar shows, festivais e jogos em todo o mundo inclusive no Brasil.

Em entrevista ao site da BBC News Brasil o infectologista Marcos Boulos, do Departamento de Moléstias Infecciosas e Parasitárias da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), disse essa declaração representa, os riscos para o país e como os Estados devem se preparar.

A intenção da Organização Mundial da Saúde é alertar as autoridades mundiais sobre os riscos de contaminação em massa e saturação dos sistemas de saúde.

Aqui no Brasil, temos grandes festivais como o Lollapalooza, Villa Mix, Festeja, Buteco do Gusttavo Lima entre outros. Entretanto o governo pode proibir a realização destes eventos caso queira. Entretanto, se isso ocorrer ele pode ser acionado na Justiça pela empresa responsável, que pode argumentar que todos os ingressos já foram vendidos. O governo também pode apenas fazer recomendações para o público evitar qualquer reunião que tenha mais de 50 pessoas.

Deixe uma resposta