Cantora sertaneja é morta a tiros em Minas Gerais

0
7684
Cantora sertaneja é morta a tiros em Minas Gerais (Foto: Reprodução/Internet)
Cantora sertaneja é morta a tiros em Minas Gerais (Foto: Reprodução/Internet)

A cantora e influenciadora digital Lívvia Bicalho tinha 37 anos e foi assassinada em mais um crime de feminicídio em João Monlevade (MG)

O Brasil noticia constantemente casos de feminicídio e dessa vez, o crime vitimizou Lívvia Bicalho de 37 anos que morava no interior de Minas Gerais. A cantora que se arriscou no meio sertanejo e trabalhou com produtor musical de grandes artistas, como Felipe Araújo e Naiara Azevedo, foi encontrada morta em seu apartamento junto ao seu namorado, que cometeu suicídio após assassiná-la.

O último lançamento da cantora foi em 2019 com a música “Viralizou”. No mesmo ano, ela chegou a dividir palco com Maiara e Maraisa em um evento que aconteceu em sua cidade, João Monlevade, onde foi vítima de tamanha violência. Além disso, um de seus clipes, da música “Desacelera”, lançado em 2017, tinha mais de 500 mil visualizações no Youtube.

Agora, ela se dedicava à vida de influenciadora digital nas redes. Em seu perfil no Instagram, Lívvia era seguida por mais de 90 mil pessoas e postava foto de seus looks bem como de seus trabalhos. Em sua última publicação, feita há poucos dias, internautas lamentam a morte repentina e violenta de Lívvia Bicalho.

Assuntos Relacionados

A cantora e também empresária, já havia ganhado o prêmio Destaque Mineiro de melhor influenciadora digital de 2019 e 2020. Com uma carreira longa pela frente e um leque de possibilidades no futuro, ela teve a vida interrompida por mais um caso de extremo de machismo e possessão de um companheiro.

Segundo consta, o namorado Rafael Ribeiro Pinto, de 39 anos, atirou na cantora e logo em seguida cometeu suicídio. Ambos foram encontrados com tiros na cabeça. A Polícia ainda investiga o caso mas tudo aponta para o crime de homicídio qualificado. Lívvia Bicalho deixa dois filhos, uma de 19 anos, Júlia, e um de 9 anos, Davi.

Produtor sertanejo é assassinado por vizinhos e deixa fãs estarrecidos

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Um crime que aconteceu recentemente, chocou o meio sertanejo. Isso porque, o produtor musical Paulo Henrique Garcia de Castro, conhecido como PH, foi morto na porta de sua casa em Santa Luzia, Grande Belo Horizonte.

Como foi apontado, o produtor foi alvo de três tiros que acertaram seu abdômen, ombro e virilha quando chegava em sua residência, no final da tarde. Testemunhas reconheceram os autores do crime, que segundo consta, são três vizinhos do produtor.

Paulo Henrique tinha 32 anos e foi socorrido por parentes e testemunhas que estavam próximos ao local, mas não resistiu e faleceu após ser levado a uma unidade de saúde de Santa Luzia. O produtor deixa quatro filhos.

As investigações já estão em andamento e um suspeito foi detido. Com ele, foram encontradas duas cartelas de munição 9 mm e uma espécie de taco de madeira, que ao que tudo indica já teriam sido usadas como ameaça contra PH. A Polícia Civil afirmou que seguirá com as investigações até o esclarecimento do crime e possível identificação de outros envolvidos.