Cantor sertanejo Gino, da dupla com Geno, é internado com Covid-19

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Após tomar as duas doses da Coronavac, o cantor sertanejo Gino, da dupla com Geno, é internado com Covid-19, mas estado de saúde é estável

O cantor sertanejo Gino, da dupla com Geno, está internado desde domingo (23), no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. De acordo com as informações divulgadas com exclusividade para o Movimento Country, o cantor foi internado com suspeita de pneumonia, porém, ao realizar o teste da Covid-19, foi confirmado o vírus.

Em conversa exclusiva com o empresário da dupla sertaneja, Wagner, foi revelado que o estado de saúde do cantor é estável: “Está passando bem, graças à Deus”. Ao ser questionado sobre os sintomas, o empresário nos contou: “Na verdade, ele não está tendo nem sintoma né, como ele foi vacinado, tomou as duas doses da Coronavac, está tranquilo. Está no quarto”, revelou o empresário. O sertanejo está no quarto com a companhia de sua filha, Vanessa.

Assuntos Relacionados 

Foi informado que o sertanejo havia tomado as duas doses da vacina Coronavac, e que mesmo assim, contraiu a Covid-19. As primeiras informações foram passada para o Movimento Country através do Gotino do Balanço Geral e com exclusividade do empresário da dupla, Wagner.

A notícia foi comentada no episódio do podcast do EnterHits, apresentado pelos especialistas Enio Silvério e Reinaldo Barriga em parceria com o site Movimento Country, que comenta as principais notícias do mundo da música e está presente na playlist “Rolê Sertanejo, primeira do Brasil a mesclar notícias e músicas diariamente. Ouça a notícia aqui.

Gino e Geno levam a melhor contra ex integrante e vencem processo na Justiça

(Foto: Internet)
(Foto: Internet)

Após sofrerem um acidente aéreo recentemente, a dupla sertaneja Gino e Geno venceu um processo que corria há anos em segredo na Justiça, movido por Geraldo Alves dos Santos, o antigo Geno, que tentava proibir o uso do nome da dupla sertaneja após sua saída da formação original.

Segundo informações do portal G1, O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu, em fevereiro, que os cantores Sebastião Ribeiro de Almeida (Gino) e Mauro Avante (novo Geno), podem continuar a usar o nome Gino e Geno para a dupla sertaneja.

Quando saiu da dupla em 2018, com a justificativa de que queria curtir a vida, o cantor Geraldo Alves dos Santos entrou com um processo judicial contra o antigo parceiro de dupla para tentar impedir que continuassem utilizando seu nome artístico no projeto.

Na época, o pedido chegou a ser acatado pela Justiça provisoriamente, mas logo foi derrubado até a liberação definitiva, que aconteceu no último mês. Como argumento, a Justiça declarou que “Não há dúvida de que os negócios jurídicos firmados entre as partes podem sofrer impactos relevantes, uma vez que as contratações são realizadas em nome da dupla ‘Gino e Geno’, considerando a fama e prestígio da dupla no cenário artístico”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais

Privacy & Cookies Policy