Projeto “Cabaré” pode acabar em disputa judicial entre Eduardo Costa e Leonardo; entenda

Segundo fontes relatam, Eduardo Costa está magoado com Leonardo após apropriação do “Cabaré” e pode tomar atitude drástica contra o ex amigo

Apesar de ter sua estreia em 2014, o projeto “Cabaré” começou a ser idealizado por Eduardo Costa por volta de 2012, e o desejo do cantor era de gravar um DVD com Leonardo em um bordel (daí o nome Cabaré), mas acabou sendo rejeitado na época pela possível polêmica que resultaria. Nesse meio tempo, a Sony Music gostou da ideia do projeto mas acabou reformulando a ideia original para uma forma mais glamourizada.

Dessa forma, o primeiro DVD “Cabaré” foi gravado com um grande cenário e produção impecável, que imitava bordeis, mas de uma forma elegante e menos polêmica. É aí que começa a confusão, pois a ideia  do projeto é do próprio Eduardo Costa, mas o nome “Cabaré” foi registrado pela Talismã no INPI (número de registro 909841004). Para quem não sabe, Talismã é a empresa de Leonardo que tinha contrato com o namorado de Mariana Polastreli na época e gerenciava sua carreira.

Assuntos Relacionados 

Em pouco tempo, o “Cabaré” se tornou um dos shows mais requisitados e caros do Brasil, devido à grande fama que conquistaram, mas a relação entre Eduardo Costa e Leonardo começou a se desgastar nos bastidores do projeto, devido à questões com a produção e inclusive grosserias com os funcionários, o que deixava o clima tenso.

Anos depois da gravação do segundo DVD, Leonardo e Eduardo Costa voltaram a cantar juntos sob pressão dos patrocinadores e  realizaram uma live sertaneja do projeto. A live da dupla foi uma das mais esperadas de 2020 e bateu recorde de audiência, mas o resultado foi desastroso. Excesso de bebidas, machismo, declarações polêmicas a até um “Eu vou transar pensando no bebê da Thaeme” fizeram Eduardo Costa e Leonardo serem massacrados pela internet e desencadeou em uma rachadura na amizade que nunca mais se consertou.

Nessa época, o Movimento Country antecipou exclusivamente que os dois sertanejos teriam brigado e colocado um fim na parceria, informação que foi veementemente negada pela assessoria de imprensa dos dois cantores e que foi confirmada recentemente por Eduardo Costa em uma entrevista, que alegou estar magoado com Leonardo pela apropriação do projeto “Cabaré”.

Dessa forma, o Movimento Country conversou com pessoas próximas a Eduardo Costa que comentaram que o cantor sertanejo está pensando em entrar na Justiça para brigar pelo nome do “Cabaré”, de sua criação, mas que está registrado pela empresa de Leonardo. O sertanejo teria ficado muito incomodado com a participação de outros artistas em seu projeto, como Gusttavo Lima e Marília Mendonça, e está pensando em brigar pelos direitos do nome “Cabaré”, para quem sabe poder usá-lo em seus projetos ou evitar que Leonardo faça isso.

Assista ao vídeo com a informação no canal oficial do Movimento Country no YouTube e entenda toda essa história:

Eduardo Costa assumiu publicamente mágoa com Leonardo

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Em uma entrevista recente, Eduardo Costa abriu o jogo e revelou todos os detalhes que levaram o fim da parceria com Leonardo, além de expor uma mágoa que sente do seu ex amigo por ter sido excluído do “Cabaré”, idealizado por ele mesmo. Gusttavo Lima ocupou seu lugar em duas lives sertanejas e Marília Mendonça na última, mas nenhuma delas chegou aos pés da audiência conquistada com Eduardo e Leonardo.

“(…) Se me perguntar: ‘Existe alguma chateação de você com o escritório?’, eu vou falar que existe sim, devido ao nome ‘Cabaré’. Foi um nome que eu criei, e eu não tenho nada contra nenhum artista, contra ninguém, mas eu tenho um pouco de ciúme das coisas que eu criei”, disparou o cantor.

“Não tem a ver com os personagens, nem com Leonardo, tem a ver com a marca. Eu não faria o ‘Cabaré’ com nenhum outro artista. Eu não faria, é uma questão pra mim de respeito, de hombridade, de sabedoria. Eu não faço parte dos projetos que eu mesmo criei, eu fui tirado da minha própria casa. Eu não faço parte da cachaça ‘Cabaré’ e nem da live. Isso porque eu assinei alguns papéis para alguns amigos, pessoas que eu confiei”, detonou Eduardo Costa sobre a traição de Leonardo, dando a entender que ele se apropriou de sua ideia.

Vale lembrar que Eduardo Costa tinha planos de dar continuidade ao “Cabaré” sem Leonardo antes da pandemia e inclusive tinha parceria do apresentador Ratinho, mas com a paralisação de shows ambos tiveram um prejuízo milionário e todo o dinheiro investido foi por água abaixo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais