Bruno e Marrone esnobam pandemia, anunciam show com público e dividem opiniões

0
43
Bruno e Marrone esnobam pandemia, anunciam show com público e dividem opiniões (Foto: Reprodução Instagram)
Bruno e Marrone esnobam pandemia, anunciam show com público e dividem opiniões (Foto: Reprodução Instagram)

Bruno e Marrone foram criticados nas redes sociais após anunciar show presencial com a presença de público, no pior momento da pandemia no Brasil

Após inúmeros boatos de seu fim, a dupla sertaneja Bruno e Marrone anunciou que irá realizar uma apresentação no Espaço das Américas, São Paulo, nos dias 7 e 8 de agosto, em comemoração ao Dia dos Pais. Ainda que tenha sido confirmado que haverá público presente no evento, não foi especificada a quantidade de pessoas que poderão assistir ao show ao vivo.

Após o anúncio, Bruno e Marrone viraram alvo de críticas de milhares de internautas nas redes sociais, pois convém lembrar que enfrentamos o pior momento da pandemia no Brasil, com mais de 500 mil mortes causadas pelo Covid 19.

Os especialistas em música Enio Silvério e Reinaldo Barriga, no podcast EnterHits, comentaram a decisão da dupla Bruno e Marrone de realizar o evento presencial e perguntam se, de fato, todos os protocolos de segurança serão seguidos, conforme informa o anúncio.

Assuntos Relacionados

Para Reinaldo Barriga, é difícil planejar um evento presencial deste porte no Brasil, uma vez que “ainda não está todo mundo vacinado, mas eles estão fazendo shows. (…) A promessa de seguir o protocolo e essas coisas todas, eu não sei se funciona (…) mas as pessoas de patrulha realmente têm razão”, opinou.

Enio, por sua vez, declara que “o anúncio não agradou nada aos internautas e até aos fãs da dupla, que atacaram nos comentários da publicação (e perguntaram se) acabou a pandemia. Esta é a pergunta que mais fizeram lá nos comentários da publicação”.

“Bruno e Marrone, todavia, não se pronunciaram sobre o show e a data segue de pé. Recentemente, o Gusttavo Lima inaugurou uma casa, um teatro aqui em São Paulo, em uma sexta-feira, com capacidade para 500 pessoas. Parece-me que o que está pegando aí (no caso de Bruno e Marrone) é que a casa não anunciou a capacidade”, disse Enio Silvério.

“Se não me engano, o Roupa Nova e o Belo se apresentaram na casa durante a pandemia. Eu conheço a casa, conheço as pessoas que administram a casa, são muito responsáveis e profissionais, já há muito tempo no mercado, não estariam infringindo nenhuma lei. Pode ter havido aí uma falha na comunicação, mas que logo será corrigida”, afirmou o especialista.

Sobre a situação dos shows, Enio disse que, “no Estado de São Paulo, se não me engano, mais de 20 milhões de pessoas já foram vacinadas. Eu acredito que tem que haver, de uma forma moderada, abertura dos negócios, e no caso da casa de shows, a gente não está falando de qualquer casa, é uma das maiores casas de shows da cidade de São Paulo o Espaço das Américas”.

“Com segurança e medidas rígidas, pode começar a abrir. Acho que o show irá se realizar e acredito que, aos poucos, a gente vai tendo a situação normalizada dos shows no Brasil. Não digo aqueles grandes shows, com 40, 50, 60 mil pessoas, mas um show com uma capacidade menor, eu acredito que já dá para ser realizado com as medidas de segurança sanitária possíveis”, declarou Enio.

Assista ao podcast logo abaixou ou clique aqui para ouvir o conteúdo na íntegra no Spotify.

Bruno e Marrone enfrentam rumores de briga e separação

(Foto: Reprodução/Spotify)
(Foto: Reprodução/Spotify)

Enio também revelou que, ultimamente, o Marrone andou declarando que por pouco não se separou do Bruno, ele falou que tem que segurar uma onda muito grande por causa do comportamento do Bruno, essa coisa de beber e também de ficar tirando uma onda dele em cima do palco”.

” O Bruno é uma pessoa super delicada, gentil, bate-papo bastante em gravações, mas ele tem esse hábito de fazer bullying com o Marrone, e principalmente, quando ele está com uns goles a mais”, disse Reinaldo.

Para Enio, “parceiro é amigo, é para se superar quaisquer situações em que outras pessoas brigariam. O Marrone, quando fala isso, tem que lembrar que quando ele teve aquele acidente com helicóptero, e depois teve que dar um tempo para a sua recuperação, porque ele teve que trabalhar essa situação de perder o medo de voo, o Bruno teve que aguardar, não é?”

“O Bruno cumpriu um ou dois compromissos, fazendo shows sozinho, depois parou. Parou até a recuperação do parceiro. Então, quando Marrone dá essas declarações, ele tem que lembrar também que o Bruno já segurou uma onda dele. Parceria é desse jeito mesmo, é um aceitar os erros que o outro possa cometer. Só assim vai para frente a parceria”, disparou o especialista.

Sobre Enio Silvério: Radialista e comunicador desde os 17 anos. Dirigiu as maiores emissoras de rádio do Brasil, como a Transamérica, em Curitiba, Rádio 100 (CE), Rádio Cidade (RJ), Rádio Cidade (BA) a Rádio Cidade (SP) e Tupi FM (SP) que se tornaram líderes absolutas de audiência sob sua direção. Foi o responsável direto para o sucesso em todo o país dos segmentos Axé Music e Sertanejo Universitário.

Sobre Reinaldo Barriga: Um dos maiores compositores, músicos e produtores musicais do Brasil. Já assinou trabalhos de grandes artistas como Capital Inicial, Engenheiros do Hawaii, Lulu Santos, Nenhum de Nós, Camisa de Vênus, Chrystian e Ralf e recebeu dois Grammys Latino pela sua produção dos álbuns “Vida Marvada” e “Grandes Clássicos Sertanejos acústico II” da dupla Chitãozinho e Xororó.