Bruno ironiza mortes por Covid-19 em live sertaneja e declaração polêmica gera revolta

Em live sem bebidas alcoólicas, Bruno e Marrone não poderiam deixar de se envolver em polêmicas, dessa vez ironizando mortes por Covid-19 no Brasil

A live sertaneja de Bruno e Marrone, apresentada nesta quinta-feira (01), chamou a atenção do público por evitar bebidas e, consequentemente, as brigas recorrentes das últimas transmissões. No entanto, uma fala polêmica de Bruno ironizando as mortes por Covid-19 viralizou na internet e deixou alguns usuários revoltados.

+ Confira as notícias do Movimento Country no YouTube

Em dado momento da live sertaneja, Bruno e Marrone anunciavam um título de capitalização filantrópico, oferecido para o público por R$ 20,00, que valia um número em um sorteio de carro e prêmios em dinheiro.

O valor arrecadado seria destinado à Casa Ronald McDonald, uma entidade filantrópica destinada a crianças e adolescentes acometidos pelo câncer. Enquanto explicava para o público o objetivo da casa, Bruno deu uma declaração polêmica e infeliz sobre as mortes da pandemia:

“O câncer existe ainda né? As pessoas estão vivendo só de Covid-19”, disparou Bruno, deslegitimando e duvidando as mortes pelo vírus no momento em que o Brasil sofre com casos e mortes recordes pela doença. A declaração gerou revolta em alguns internautas, que desaprovaram a atitude do cantor sertanejo, que sempre se envolve em polêmicas com suas opiniões.

Leia também

Dupla sertaneja abandona bebida em live

(Foto: Divulgação)
(Foto: Reprodução Divulgação)

Na transmissão desta quinta-feira, 1° de abril, a dupla sertaneja, que se envolveu em grandes polêmicas no último ano e chegou a se apresentar em eventos com aglomeração do público, apareceu como o público jamais esperou: comportada e sem bebidas alcoólicas.

Tomando água ao invés de cachaça, ao contrário das suas outras transmissões, Bruno e Marrone procuram fugir das polêmicas após escândalos nas lives passadas, que renderam brigas ao vivo e geraram revolta nos fãs, que acusaram Bruno de maltratar o parceiro de dupla.

Um dos fatos da proibição da bebida na live da dupla sertaneja é a participação do cantor mirim Enzo Rabelo na transmissão. Como se trata de criança, é proibida a associação do cantor à bebidas alcoólicas, o que pode gerar processo para o descumprimento da lei.

+ Ouça os principais lançamentos sertanejos no Spotify

Apesar de estar maneirando no início da live, Bruno alegou que não ia ficar sem beber na transmissão: “Depois vou tomar uma água que passarinho não bebe. Nem minha mãe me impediu (de beber álcool)”, disparou em certo momento da transmissão.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais