Surpreendente! Saiba quais artistas sertanejos mais venderam discos na história

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Donos de grandes sucessos que marcaram os brasileiros, os artistas sertanejos impressionam sendo as figuras com mais discos vendidos; confira

Antigamente, os artistas sertanejos tiveram que enfrentar inúmeras dificuldades para conquistarem um espaço na música brasileira. Isso porque não existia a facilidade da internet que aproxima e dá maior visibilidade para a carreira de quem decide ingressar na música. Artistas que possuíram outras profissões antes de serem descobertos e estourarem nas paradas em todo o país, assim como Leandro e Leonardo que começaram na vida no campo e houveram a oportunidade de ingressar na música através do tio que organizou diversos shows para a dupla.

Desde então, o processo desde a descoberta do dom para a música até o sucesso meteórico que um artista pode alcançar se tornou mais fácil principalmente com a vinda da internet, que viabilizou muitos caminhos para os artistas que se aventuram na música sertaneja. Porém, em comparação com as duplas que começaram antes, o esforço era quase o dobro para se tornarem reconhecidos.

Assuntos Relacionados:

Com todo o reconhecimento conquistado durante os anos na música sertanejo, veio também os resultados e premiações. O número de discos vendidos, os prêmios de eventos nacionais e internacionais como o Grammy Latino em 2003 do melhor álbum de música sertaneja para Chitãozinho e Xororó, fazem desses artistas grandes figuras que representam a essência do estilo para os novos nomes que surgem nas plataformas e paradas musicais. Por isso, confira com o Movimento Country quem são esses artistas, com informações do site Cultura Mix.

Confira quem são:

Tonico e Tinoco

Um dos maiores nomes do sertanejo caipira, Tonico e Tinoco fizeram muito sucesso nos 60 anos de carreira dentro da música sertaneja. A dupla conquistou, de longe, o maior número de discos com o trabalho musical até o falecimento de Tonico em 1994, quando caiu da escada do prédio onde morava. Foram 40 mil shows realizados na América Latina e quase mil gravações, contabilizando 150 milhões de discos vendidos.

Chitãozinho e Xororó

A consagrada dupla de irmãos, Chitãozinho e Xororó misturaram o sertanejo caipira com o pop da época, o que ocasionou uma explosão na carreira na música. Ambos são donos de prêmios como o Grammy Latino de melhor álbum de música sertaneja e reconhecimento global ao se apresentarem em Las Vegas, com a famosa banda pop Bee Gees. A dupla conquistou nos longos anos de carreira no sertanejo, o número de 40 milhões de discos vendidos dentro da trajetória.

Leandro e Leonardo

Mesmo com o falecimento de Leandro em 1998, Leandro e Leonardo conquistaram expressivos números no curto período de parceria na música. Provindos de uma família humilde em Goiás, os sertanejos iniciaram a carreira em 1983, com o lançamento do primeiro álbum e estouraram nas paradas em 1989. Juntos, os dois conquistaram 35 milhões de discos vendidos durante os anos de carreira e após a morte de Leandro, Leonardo seguiu carreira solo e continuou sendo um sucesso desde então.

Milionário e José Rico

No mesmo patamar em vendas de discos de Leandro e Leonardo, Milionário e José Rico colecionam 35 milhões de cópias durante os anos na música sertaneja. Os artistas foram figuras importantes para a concretização do sertanejo no Brasil, quando o estilo ainda tomava força nas rádios. São quase cinquenta anos de parceria e a conquista do filme “Estrada da Vida” em que conta a história de cada um. Os dois já se apresentaram para o governo chinês em um intercâmbio cultural e foram aplaudidos de pé pelos chineses. Em 1991, veio a separação e Milionário de formou uma outra dupla com Mathias, da dupla: Matogrosso e Mathias.

Zezé Di Camargo e Luciano

Os irmãos que foram interpretados no filme “Dois Filhos de Francisco” sendo recorde de bilheteria na época de seu lançamento e uma das obras mais conhecidas no cinema brasileiro, Zezé Di Camargo e Luciano conquistaram nos longos anos da carreira na música sertaneja a marca de 31 milhões de discos vendidos. Os artistas estouraram com o hit “É o Amor” sendo a canção mais popular naquela época e uma das músicas mais conhecidas no estilo atualmente.

Sérgio Reis

Em 1958, Sérgio Reis lançou o seu primeiro álbum. De lá para cá, o cantor sertanejo teve diversos trabalhos artísticos como a sua atuação na novela que foi sucesso dos anos 90, “Pantanal” e “Rei do Gado”. Dono de grandes músicas como “Menino da Porteira”, “João de Barro” e “Rei do Gado”, que inclusive foi tema da novela, o cantor reúne em seus anos na música a marca de 20 milhões de discos vendidos.

Roberta Miranda

E na última posição do nosso ranking, a cantora Roberta Miranda coleciona 14 milhões de discos vendidos. A artista começou a carreira cantando em boates em São Paulo e se tornou a artista sertaneja que mais vendeu discos no Brasil, ficando atrás de Xuxa e Maria Bethânia. Possui grandes sucessos como “A Majestade, o Sabiá” e “Vá com Deus”.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy