Relembre os artistas sertanejos que foram nomeados embaixadores da Festa do Peão de Barretos

8

Outras edições da Festa do Peão de Barretos se eternizaram e fizeram com que artistas sertanejos entrassem pra história com título de peso

O tradicional e maior Rodeio da América Latina que acontece em Barretos, não passou em branco e neste ano contou com atrações de peso como Wesley Safadão, César Menotti e Fabiano e Simone e Simaria na live do evento. Isso porque, a 65ª edição foi novamente adiada em função da pandemia. Há durante a Festa do Peão de Barretos, no entanto, a premiação de um título de peso para artistas sertanejos, o de Embaixador da festa e o Movimento Country irá te relembrar quais os escolhidos dos últimos anos.

Levando em conta os astros do ritmo do momento, o grupo Os Independentes, que organizam a festança, realizam a consagração de determinado músico a cada ano. Devido à paralisação dos eventos, esse título foi suspenso e foi dado pela última vez, em 2019, para as coleguinhas Simone e Simaria, o que gerou polêmica com Maiara e Maraisa na época.

Assuntos Relacionados 

O único cantor, no entanto, que conseguiu o feito de receber o título por dois anos consecutivos foi Gusttavo Lima e que desde então, herdou o famoso apelido de “Embaixador do sertanejo”. Na época, após receber o primeiro título no ano de 2017, ele deu origem ao bordão “Respeita o Embaixador”, que nunca mais saiu de moda dentre os fãs do cantor.

Relembre abaixo a seleção de embaixadores escolhidos para o evento com o Movimento Country:

Luan Santana (2010)

Na época, o estouro da música Meteoro, que foi um divisor de águas na vida do artista, já fazia com que Luan Santana levasse uma multidão aos seus shows e no ano de 2010, com apenas 19 anos, foi escolhido dentre os outros artistas sertanejos, como o Embaixador da Festa do Peão de Barretos.

(Foto: Reprodução/Divulgação)
(Foto: Reprodução/Divulgação)

Jorge e Mateus (2011)

Devido ao recorde de público da história da Festa do Peão em 2010 que a dupla ajudou a conquistar, algo em torno de 150 e 200 mil pessoas, Jorge e Mateus foram consagrados com o título simbólico em 2011 no lançamento oficial do evento, que aconteceu entre os dias 18 a 28 de agosto.

(Foto: Reprodução/Internet)
(Foto: Reprodução/Internet)

Fernando e Sorocaba (2012)

Abrindo o evento no ano de 2012, Fernando e Sorocaba, que farão evento teste de retomada dos shows em São Paulo, fizeram um show na época com diversos efeitos especiais. Com a canção “É Tenso”, eles abriram o show que durou cerca de 90 minutos e contou com outras músicas como “Paga Pau”, “A Casa Caiu” e “Madri”, que eram os grandes sucessos da dupla naquele ano.

(Foto: Reprodução/Divulgação)
(Foto: Reprodução/Divulgação)

Bruno e Marrone e Chitãozinho e Xororó (2013)

Na 58ª edição da Festa do Peão de Barretos, Bruno e Marrone e Chitãozinho e Xororó foram os padrinhos do eventos. Os artistas sertanejos se juntaram e apresentaram um grande shows no dia 24 de agosto daquele ano.

(Foto: Reprodução/Leo Franco)
(Foto: Reprodução/Leo Franco)

Cristiano Araújo (2014)

O saudoso sertanejo faleceu em junho de 2015 após sofrer grave acidente de carro mas no ano anterior, foi consagrado com o título muito desejado pelos artistas sertanejos. Quando faleceu, o grupo Os Independentes publicaram uma nota lamentando imensamente a perda do cantor. “Cristiano sempre foi muito simples, simpático e de um carisma incrível, além de um grande artista, estamos muito tristes com a sua morte”, afirmou a nota.

(Foto: Reprodução/Paduardo/AgNews)
(Foto: Reprodução/Paduardo/AgNews)

Henrique e Juliano (2015)

Com uma tremenda história de superação, a dupla do Tocantins (PA), emocionou o público em Barretos. Isso porque durante apresentação como Embaixadores do eventos, Henrique e Juliano lembraram vez em que o pai os levou até a arena da Festa e afirmou que um dia eles cantariam no palco. Dito e feito!

(Foto: Reprodução/Francisco Cepeda/ AgNews)
(Foto: Reprodução/Francisco Cepeda/ AgNews)

Zezé Di Camargo e Luciano (2016)

Na 61ª edição da Festa do Peão de Barretos, a dupla sertaneja conhecida como “Dois Filhos de Francisco” fez jus à grande fama de uma das parcerias mais tradicionais dentre os artistas sertanejos brasileiros. O ano também marcou a primeira apresentação de Felipe Araújo no evento, irmão de Cristiano Araújo, que havia falecido no ano anterior.

(Foto: Reprodução/Francisco Cepeda/ AgNews)
(Foto: Reprodução/Francisco Cepeda/ AgNews)

Gusttavo Lima (2017 e 2018)

Muitos questionam a origem do apelido “Embaixador do sertanejo” de Gusttavo Lima e aqui está! Como dito acima, a escolha que deu origem à um bordão famoso, consagrou o sertanejo com o termo e assim, ele é conhecido até hoje. Durante seu show em Barretos, o artista inovou ao fazer um churrasco em pleno palco da arena.

(Foto: Reprodução/Mateus Rigola)
(Foto: Reprodução/Mateus Rigola)

Simone e Simaria (2019)

As coleguinhas que se consagraram como uma dupla muito amada no país, Simone e Simaria foram as escolhidas do ano como Embaixadoras do evento, mas a decisão acabou gerando um comentário de Maraisa. A cantora chegou a postar que Embaixador era só um, se referindo à Gusttavo Lima o que fez com que Maraisa ligasse para Simone para se desculpar pela irmã. Na época, Marília Mendonça também interviu e publicou que “mulheres apoiam mulheres”.

(Foto: Reprodução/Érico Andrade)
(Foto: Reprodução/Érico Andrade)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais