Início Notícias Sertanejas Andressa Urach ganha bolada para fingir namoro com cantor sertanejo

Andressa Urach ganha bolada para fingir namoro com cantor sertanejo

0
57
Andressa Urach ganha bolada para fingir namoro com cantor sertanejo (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)
Andressa Urach ganha bolada para fingir namoro com cantor sertanejo (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)

A modelo Andressa Urach abre o jogo sobre seu passado polêmico e alega que chegou a receber R$ 80 mil para fingir namoro com cantor sertanejo

Com declarações sempre impactantes, a convidada desta quarta-feira (14) no The Noite é Andressa Urach. Em uma entrevista inédita a Danilo Gentili, ela fala de diversos temas, começando por declarar que voltou a tomar mamadeira:

É um trauma de infância. A mamadeira é como se fosse a falta do meu pai e da minha mãe. Supria essa necessidade e eu mamei até os oito anos. Nesse período eu sofri até abuso sexual por parte da família“, afirma. Recordando sua experiência de quase-morte, conta: “vi toda a minha vida. Eu estava em um tribunal aonde eu sentia a presença de Deus“, declara Andressa.

A convidada comenta ainda a respeito de sua saída da igreja, seu retorno ao Miss Bumbum, além de participar da brincadeira “Para quem Você Mostra o Bumbum?”, que promete agitar o público.

Assuntos Relacionados

A entrevista ainda conta com revelações bombásticas da modelo, que alegou ainda que ganhava bolada com prostituição, além de ter que fingir namoro com um cantor sertanejo por R$ 80 mil:

“Ganhava de 30 a 60 mil reais por mês na prostituição. Cheguei a ganhar 80 mil reais para fingir um namoro com um cantor sertanejo. A culpa não foi dele, foi do pai dele que queria que ele fosse famoso”, disparou.

Confira outras frases da entrevista de Andressa Urach, que vai ao ar na madrugada desta quarta-feira:

  • “Tinha tentado reconstruir o casamento com o pai do meu filho. Ele me desmamou e isso meio que me traumatizou. Talvez por isso acabou o casamento, ele não me apoiou”.
  • “Tudo que tem no mundo eu fiz. Desde ficar com homem e mulher, enfim, tudo eu resetei. E chegou um momento que eu já pensava em suicídio. E eu sofria de Borderline, era viciada em cocaína, bebia loucamente. Pensava ‘vou morrer para ter paz'”.
  • “(Fiquei na igreja) 6 anos, seguindo à risca, tudo. Duas vezes que eu desobedeci eu virei a filha do diabo… Isso me doeu, porque eu havia doado dois milhões de reais… A cada seis meses eles pedem seu “tudo”.
  • “O Miss Bumbum veio como um presente para mim, para a minha autoestima como mulher. Eu tinha até medo de ser loira, medo de pecar”.

SEM COMENTÁRIOS