Matheus e Kauan são flagrados em show clandestino milionário e polícia toma atitude drástica

Mais uma vez durante a pandemia, dupla sertaneja Matheus e Kauan são barrados por órgãos fiscalizadores em show na região nobre de São Paulo

Embora a pandemia continue com uma média de mortes diárias acima de 1000 no Brasil, muitos eventos clandestinos são organizados e contam com atrações de peso para atraírem um grande público. Agora, mais uma vez a dupla Matheus e Kauan foi novamente envolvida em polêmica ao realizar um show para cerca de 500 pessoas na capital paulista, que foi interrompido por órgãos de fiscalização.

+ Acompanhe as notícias da música sertaneja em nosso canal do YouTube

No bairro nobre do Jardins, na zona oeste de São Paulo, agentes do Garra, da Guarda Civil Metropolitana, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Vigilância Sanitária, da Polícia Civil e do Procon interviram na madrugada do último domingo (11) e barraram a festa, que contraria as decisões sanitárias em vigor no município para contenção do vírus que já vitimou mais de 530 mil brasileiros.

Com ingressos que chegaram a R$1,6 mil, o evento barrado pela força-tarefa foi organizado em um escritório de advocacia usado disfarçadamente para sediar aglomerações em plena pandemia. Um boletim de ocorrência foi registrado tendo em vista a punição do desrespeito à normas de segurança sanitária e a proprietária foi encaminhada ao 78° Distrito Policial no mesmo bairro em que a festa acontecia.

Assuntos Relacionados

Em comunicado enviado à Revista Quem, a assessoria da dupla sertaneja alegou que os artistas foram enganados pelo contratante e que desconheciam as irregularidades com as quais se depararam.

“A dupla Matheus & Kauan foi contratada para realizar uma presença VIP no aniversário de Lucyana Villar, no dia 10 de julho de 2021 em uma pequena confraternização para familiares e amigos. No ato da contratação foi afirmado pelo contratante que seriam seguidos todos os decretos que regulam concentração de pessoas, adotando protocolos de segurança e que não haveria venda de ingressos. Registra-se que a dupla realizou o teste no dia e o mesmo teve como resultado ‘Não Reagente’. Infelizmente a parte Contratante não respeitou o pactuado, efetuando venda de ingressos sem nenhum comunicado e autorização, bem como também desrespeitou o acordado no que tange ao números de pessoas no local.”

Após divulgar a cláusula contratual com as condições de segurança expostas, a assessoria concluiu: “Reiteramos que a dupla Matheus & Kauan, jamais participaria de uma festa clandestina. O departamento jurídico que assessora os artistas adotará as medidas cabíveis relativo ao descumprimento do contrato”.

Relembre outro caso de Matheus e Kauan gerando aglomeração

(Foto: Reprodução/Divulgação)

Durante a pandemia, diversos artistas foram flagrados por provocar aglomeração em festas clandestinas, como Gusttavo Lima que reuniu cerca de 500 pessoas em live sertaneja. Em um país que se aproxima de 500 mil mortos por Covid-19, mais um flagrante: Matheus e Kauan foram filmados se apresentando em uma festa de casamento e geraram revolta entre os internautas.

A dupla sertaneja donos do hit “Te Assumi Pro Brasil”, decepcionou os internautas ao serem flagrados em uma festa de casamento, em um local fechado, em São Paulo (SP). Segundo o vídeo divulgado por Fábia Oliveira, do jornal O Dia, Matheus e Kauan não estavam com as medidas de proteção recomendadas pela OMS. Sem o uso de máscara e sem o devido distanciamento social, os sertanejos geraram revolta entre os internautas que assistiram ao vídeo.

Muitos internautas se revoltaram com a situação e comentaram no post do vídeo: “Eu perdi meu pai para a Covid-19. Ver isso é abominável”, comentou um internauta. “Os artistas também devem ser punidos por negligenciar a pandemia”, disse um segundo. “Eles vão dizer que tão cumprindo os protocolos de segurança”, escreveu um terceiro.

aglomeração Matheus e KauanDupla SertanejaMatheus e KauanPolícia interrompe showshow clandestino Matheus e Kauan