Justiça manda penhorar cachê da live de Maiara e Maraísa por dívida milionária

Segundo alegações do ex-cunhado de Maraísa, da dupla com Maiara, a sertaneja teria feito um empréstimo milionário e não quitado a dívida.

Maiara e Maraísa estão envolvidas em mais uma polêmica. Após revelações de Simone e Simaria de que tinham convidado as sertanejas para fazer uma live conjunta, a verdade veio a tona e o público as acusou de soberba, agora os lucros de sua mais recente live sertaneja podem ser penhorados por conta de uma suposta dívida milionária.

Acompanhe as últimas notícias do Movimento Country no Instagram

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, a justiça está tentando penhorar o cachê da última live sertaneja das gêmeas. Elias Fernandes, ex-cunhado de Maraísa, abriu um processo judicial contra a cantora exigindo que ela pague a dívida de um empréstimo que teria feito com a empresa que o ex-namorado (e irmão de Elias) é sócio. Segundo o processo, a cantora teria feito um empréstimo de R$ 1 milhão para realizar a compra de uma fazenda no interior de Goiás e não quitado o valor.

Elias revela que tentou penhorar a própria fazenda, adquirida pela cantora pelo valor de quase 14 milhões de reais, mas Maraísa foi obrigada a devolver o imóvel ao antigo proprietário por não pagar o valor total, portanto o ex-cunhado teve de arcar com a dívida do empréstimo que, segundo ele, ainda não foi paga. Com isso, o empresário acionou a justiça para que o cachê da última live sertaneja das irmãs fosse penhorado para arcar com a dívida milionária.

Em conversa com o jornal O Dia, o advogado de Elias se pronunciou: “De fato ocorreram pagamentos por parte da empresa Gaia (que fez o empréstimo), em nome da devedora Maraísa, cumprindo a compra da fazenda, sendo que a empresa pagou pela dívida da devedora e recebeu a nota promissória cobrada”. A assessoria de Maiara e Maraísa, que recentemente declararam sofrer por gordofobia, logo desmentiu as acusações; confira as notas abaixo.

Leia também

Assessoria Nega Acusações

(Foto: Reprodução Internet)

Após a bomba ter chegado aos veículos de comunicação, a assessoria de Maiara e Maraísa se pronunciou, alegando que a sertaneja não devia nada e tudo não passava de um golpe do seu ex-cunhado, ainda revelando que a cantora assinou a nota promissória em branco e a mesma foi usada de má fé pelo empresário: “A Maraísa nada deve ao senhor Elias, nunca comprou nada, ou fez qualquer negócio ou fez empréstimo com o mesmo, nunca teve relação comercial com a pessoa que ajuizou a ação judicial em seu desfavor. O senhor Elias é irmão do ex-namorado da Maraísa, o senhor Raimundo, o qual de maneira ilícita repassou uma nota promissória para o seu irmão, com o claro intuito de tentar conseguir vantagem financeira em desfavor da mesma”.

Siga o Movimento Country: Google News | Instagram | Twitter | YouTube | Facebook

Ainda, segundo o assessor jurídico de Maiara e Maraísa, a cantora assinou várias promissórias em branco enquanto ainda namorava o ex, Raimundo, após promessas de comprarem uma fazenda juntos, e que o ex aproveitou a oportunidade para tentar arrancar dinheiro de Maraísa: “(…) Todas as promissórias foram assinadas em branco, sendo que das sete promissórias, apenas seis foram devolvidas após a intervenção dos advogados. Contudo, uma das promissórias não foi devolvida e foi preenchida a mão pelo senhor Raimundo (…)”.

Dívida MilionáriaLive SertanejaMaiara e MaraisaMaraisapenhoraProcesso Judicial
Comments (0)
Add Comment