Amado Batista vende fazenda por R$ 350 milhões; veja fotos da propriedade luxuosa

Cantor Amado Batista conseguiu após quase 2 meses de anúncio vender a milionária fazenda para um grupo do agro brasileiro; confira fotos!

O cantor sertanejo de sucesso, Amado Batista, que recentemente apareceu ao lado de Bolsonaro em reunião, parece ter conseguido vender sua propriedade no município de Cocalinho, Mato Grosso, pelo valor de R$350 milhões. O anúncio que completaria 2 meses na sexta-feira (21) foi feito pelo Portal Compre Rural.

A fazenda milionária foi adquirida por um grande grupo do agronegócio brasileiro pelas proporções de terra e pelas condições de luxo que possui. Isso porque, no local há uma casa que comporta dezenas de funcionários, além de churrasqueira, quatro pistas de pouso de avião, campo de futebol e lagos com direito a pesca.

Assuntos Relacionados

Vale lembrar que Amado Batista já teve uma dívida milionária com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, mais conhecido como IBAMA, devido ao desmatamento ilegal que estaria praticando em suas terras. Agora o negócio parece estar sendo fechado em sigilo e sem a exposição de nomes dos compradores que logo poderão dispor da imensa propriedade. Confira fotos do imóvel:

Amado Batista aparece ao lado de Bolsonaro em reunião

(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

O suposto motivo que desencadeou a venda da fazenda luxuosa foi uma multa milionária que o sertanejo recebeu por desmatamento, alguns anos atrás pelo IBAMA. Após um mês em que o imóvel está à venda, o cantor se reuniu em reunião com Bolsonaro.

O cantor e compositor que tenta vender suas duas propriedades rurais avaliadas em R$ 350 milhões, esteve em reunião com o Presidente da República. O fato é que, Bolsonaro compareceu a uma solenidade no Palácio do Planalto que celebrava o aniversário da Embratur ao invés de estar presente na reunião com o CEO da Pfizer, sobre a compra de vacinas.

Na solenidade que aconteceu no final do último ano, o cantor sertanejo Amado Batista e Bolsonaro estavam sem as devidas medidas de segurança determinadas pela OMS. Mesmo após o ocorrido, o sertanejo segue com o anúncio da venda de suas duas fazendas no Mato Grosso.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Acreditamos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais