\”Panteras \” é a Companhia de Dança Oficial da Festa de Barretos

0

A dança country vem conquistando cada vez mais seu espaço em grandes festas de rodeio e baladas da cidade. São passos sincronizados em que cowboys e cowgirls batem as botas e dão rodopios contagiando até os mais acanhados.

 

Uma dança que nasceu junto com a música country, no sul dos Estados Unidos, no começo do século XIX. E, é uma das modalidades praticadas pela Academia de Dança Panteras , que fica localizada em Osasco (SP). Em 24 anos de existência é considerada uma das melhores do Brasil conquistando mais de 50 premiações em importantes festivais, entre eles o XX Encontro Nacional de Dança. Além disso, desenvolve trabalhos para a popularização da dança, seja em projetos sociais ou em participações em programas de televisão, tornando a dança um meio de educação, saúde e um verdadeiro estilo de vida. Entre seus trabalhos destacam-se o jazz e a dança country com a Companhia de Dança Panteras .

A Companhia ganhou notoriedade com a dança country , sendo considerado o melhor grupo da modalidade em todo o país. Prova maior deste reconhecimento é o título: Grupo de dança oficial da Festa do Peão de Barretos.

A Companhia surgiu em 97 e vem conquistando espaços importantes acompanhando artistas como Rionegro & Solimões, Paula Hunter, entre outros. Em suas participações em programas de televisão destacam-se: Domingão do Faustão, Programa Raul Gil, Eliana & Alegria, Raízes do Campo, Show de Calouros, entre outros, somando mais de 150 aparições.

Em entrevista a jornalista Tatiana Pereira, \”Bel\” Consoli , Professora e Diretora de Eventos da Academia conta com exclusividade sobre a participação da Companhia de Dança Panteras em Barretos e com a dupla Rionegro & Solimões.

Tatiana – A Cia de Dança Panteras é o grupo oficial da Festa de Barretos. Quando será a apresentação do Grupo?

Bel – Fomos para Barretos no dia 20 de agosto, com mais de 30 bailarinos. Fizemos shows em diversos dias e participamos do show da dupla Rionegro & Solimões com Edson & Hudson. Nem precisa dizer a nossa emoção! Foi mais um show inesquecível em nossas vidas!

Tatiana – Além, de vocês serem o grupo de dança de Barretos são também o grupo de dança Oficial da dupla Rionegro & Solimões. Há quanto tempo vocês acompanham com a dupla?

Bel – Desde abril de 2003 quando estreamos em nossa cidade, Osasco (SP). Tudo começou em 2002, quando o Rionegro viu nossa turma no brete dançando o tempo todo durante o show e disse no microfone que tinha achado muito bacana… Só este elogio já tinha sido uma grande conquista! E de lá pra cá, só alegria!! E, no que depender \”nóis num sorta nunca mais\”!!!! (risos)

Tatiana – Quantos integrantes tem a Cia de dança Panteras?

Bel – Temos uma equipe de 40 bailarinos que se revezam em diversos trabalhos que realizamos atualmente. Hoje, dançamos com o Rionegro & Solimões, somos o grupo Oficial de Dança de Barretos e Osasco e além disso, fazemos muitas apresentações para Programas de TV e ainda estamos com mais de 60 comícios aqui na região neste período eleitoral. A gente costuma brincar e dizer que somos uma grande equipe com muitos afazeres.

Tatiana – Como é acompanhar umas das maiores e mais queridas duplas sertanejas do país?

Bel – Toda a Equipe respeitou, apoiou e nos deram suporte para que a gente conseguisse fazer bem o nosso trabalho. Mas, especificamente, Rionegro & Solimões nos tratam com tanto carinho e respeito que às vezes a gente se sente meio estranho. É fantástico ver nossos ídolos como pessoas normais nos tratando de igual para igual. Só quero aproveitar e mandar um beijo para o Renato, produtor da Dupla. É ele quem atura a gente no dia-a-dia e considero um grande amigo.

Tatiana – O público que assiste o show nem imagina a correria com ensaios pra tudo dar certo durante a apresentação. Mas, sempre acontece alguns imprevistos e situações curiosas. E com as \”Panteras\”? Já aconteceu alguma vídeo-cassetada??

Bel – risos… Certa vez, fomos dançar em um show do Rionegro & Solimões e o palco era pequeno para o tamanho da estrutura!! A parte reservada para os bailarinos teve que ser reduzida ficando uma plataforma de 30 centímetros para a realização da dança do grupo da frente. Graças a Deus correu tudo bem, mas foi um malabarismo só!

Fora isso, é muito comum acontecer tropeções, calças rasgadas, chaparrilhas que caem, chapéus que saem voando, tombos, verdadeiras vídeo-cassetadas. Faz parte…

Tatiana – A gente percebe que cada vez mais as pessoas estão procurando aprender os passos. É difícil entrar na dança country?

Bel – A dança country é muito fácil de se aprender, com isso se consegue mais e mais praticantes que encontram nesta atividade uma válvula de escape para os problemas dia-a-dia. Fazer uma coisa saudável e que faz bem para a alma, como a dança, torna as pessoas mais felizes. Se você conseguir se dedicar 2 ou 3 horas semanais para cuidar de você mesmo, muitos dos seus problemas insolúveis vão se tornar apenas pequenos contratempos. Dance!! Sempre!!

Tatiana – Bel, gostaria que você mandasse aquele alô pra galera que acessa o Rodeio!

Bel – Alô, Galera!!! Preparem suas botas… segurem seus chapéus…. A Companhia de Dança Country Panteras está chegando!!! Um grande abraço prá galera que curte o movimento country e como nós é apaixonado pela dança!! A amizade, o respeito e o carinho que encontramos neste meio são coisas únicas, que hoje em dia estão fora de moda. Mas nossa moda é a gente que faz… Parabéns a todos que mantém vivos estes valores!!!

E, quem quiser conhecer mais sobre a Academia de Dança Panteras e a Companhia de Dança Panteras é só acessar o Site:  www.panteras.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here