Peladona do Villa Mix quer saber quem com vazou dados sobre ação contra Gusttavo Lima

4
252
Peladona do Villa Mix quer saber quem com vazou dados sobre ação contra Gusttavo Lima
Peladona do Villa Mix quer saber quem com vazou dados sobre ação contra Gusttavo Lima
\"Peladona

A peladona do Villa Mix quer saber como as informações do seu processo contra Gusttavo Lima vazaram para a imprensa.

Hosana Priscila de Oliveira Lopes, conhecida como “A peladona da Villa Mix”, acionou a Corregedoria Geral de Justiça de Mato Grosso pedindo para que o desembargador Sebastião de Moraes Filho, tome providências sobre o suposto vazamento de informações referentes a ação com pedido de indenização por danos morais que move contra o cantor sertanejo Gusttavo Lima.
A jovem pede uma indenização de R$ 5,7 milhões do cantor e das empresas Audiomix, Villa Mix e Unifort Segurança e Vigilância Patrimonial. Ela ficou conhecida depois de protagonizar um possível strip tease no camarote do sertanejo. Ela tirou a roupa para um grupo de pessoas, que a filmaram e colocaram na internet. O vídeo, postado no facebook e enviado diversas vezes pelo whatsapp, virou sensação. Priscila alega que os funcionários do cantor e os seguranças foram os autores das imagens que correram o mundo em que ela aparece pelada.

Segundo a defesa da Hosana, informações sobre a ação civil foram divulgadas para a imprensa sem o consentimento da parte autora. Conforme já revelado, o juiz Yale Sabo Mendes, da Sétima Vara Civil de Cuiabá, negou o pedido para que o processo tramitasse em segredo de Justiça. Dessa forma, os andamentos e decisões podem ser consultadas tanto pela internet, no sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), como na consulta física, diretamente na Vara onde o caso tramita.

Respondendo a demanda denunciada pela estudante, o corregedor Sebastião de Moraes encaminhou o ofício para o diretor do Fórum de Cuiabá, o juiz Marcos Faleiros, que já determinou tomada de providências sobre o caso. O gestor da Sétima Vara Civil de Cuiabá deve remeter ao magistrado o controle de acesso ao referido processo, que por não tramitar em segredo de Justiça pode ser consultado por qualquer cidadão. Após receber essas informações, o diretor do Fórum irá tomar uma decisão.

Sem recolher custas

A reportagem apurou ainda que até o momento a estudante Hosana Priscila ainda não recolheu as custas processuais para dar prosseguimento ao processo. Conforme despacho do juiz Yale Sabo Mendes, foi determinado que a estudante arque com o valor aproximado de R$ 50.413,10 mil, referente as custas processuais da ação de indenização por danos morais que impetrou contra o sertanejo Gusttavo Lima.

A requerente terá que pagar o valor de R$ 20 mil, referente taxa judiciária e R$ 30.413,10 de custas judiciais. O magistrado negou o benefício da justiça gratuita à jovem. Ao proferir a decisão, o magistrado embasou-se na Lei nº. 1060/50, bem como, a Consolidação das Normas Gerais da Corregedoria, que condiciona a prestação da assistência judiciária gratuita, mediante comprovação de insuficiência de recursos. “O que não ocorreu neste feito”, disse Yale na decisão.

  • janaina carvalho

    essas pessoas fazem de tudo pra ficar na mídia e chamar atenção. afff

  • janaina carvalho

    essas pessoas fazem de tudo pra ficar na mídia e chamar atenção. afff

  • janaina carvalho

    Priscila de Oliveira Lopes, e essa garota podia criar vergonha na cara. inventa boatos pra parecer nas redes sociais e mídias.

  • janaina carvalho

    Priscila de Oliveira Lopes, e essa garota podia criar vergonha na cara. inventa boatos pra parecer nas redes sociais e mídias.