Paula Fernandes relembra início de carreira "Chegava a sangrar os dedos"

0
425

Paula Fernandes foi a convidada do “The Noite”, desta última segunda-feira, 10 de outubro, e, durante sua participação, a famosa relembrou os momentos difíceis que enfrentou no início da sua carreira.

“Eu comecei aos 8, mas aos 9 foi remunerado. Aos 10, gravei um vinil. Cantei de Metallica a Tião Carreiro no mesmo bar. As pessoas pediam. Às vezes, eu cantava a mesma música cinco vezes. Às vezes, durava quatro horas os shows em voz e violão. Chegava a sangrar os dedos”, comentou.

Paula também falou sobre sua infância, marcada pelas brincadeiras dos colegas com seu sotaque mineiro. “ ”Meu sonho era ter a franjinha da Sandy, mas meu cabelo não combina. Todo mundo me zuava. (Chamavam de) ‘Comedora de‘quejin’. Nunca fui respondona, mas ficava meio brava”, admitiu.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here