Paula Fernandes relembra início de carreira “Chegava a sangrar os dedos”

0

Paula Fernandes foi a convidada do “The Noite”, desta última segunda-feira, 10 de outubro, e, durante sua participação, a famosa relembrou os momentos difíceis que enfrentou no início da sua carreira.

Publicidade

“Eu comecei aos 8, mas aos 9 foi remunerado. Aos 10, gravei um vinil. Cantei de Metallica a Tião Carreiro no mesmo bar. As pessoas pediam. Às vezes, eu cantava a mesma música cinco vezes. Às vezes, durava quatro horas os shows em voz e violão. Chegava a sangrar os dedos”, comentou.

Paula também falou sobre sua infância, marcada pelas brincadeiras dos colegas com seu sotaque mineiro. “ ”Meu sonho era ter a franjinha da Sandy, mas meu cabelo não combina. Todo mundo me zuava. (Chamavam de) ‘Comedora de‘quejin’. Nunca fui respondona, mas ficava meio brava”, admitiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here