O maior site de música sertaneja do Brasil!

Paula Fernandes canta com Andrea Bocelli no Allianz Parque, em São Paulo

0 8

Paula Fernandes se apresenta ao lado do tenor Andrea Bocelli e de estrelas internacionais confirmadas para o show extra de 13 de outubro, em espetáculo com clássicos do cinema.

É em meio a um trabalho intenso de divulgação do CD e DVD Amanhecer-Ao Vivo, que será lançado em breve pela Universal Music, que Paula Fernandes faz uma pausa especial para se apresentar ao lado do tenor Andrea Bocelli, no dia 13 de outubro, no Allianz Parque. “Estou muito feliz em dar mais um passo importante na minha carreira, vendo nascer este projeto que fiz com todo carinho e dedicação! Mais feliz e orgulhosa fico em poder dividir o palco com este astro tão querido. Mais um encontro inesquecível”, comemora ela. “Ainda não posso adiantar quais canções interpretaremos, mas, posso dizer que serão dois inesquecíveis momentos”, finaliza.

O Paula estará num palco estrelar. O pianista e maestro norte-americano Eugene Kohn, a soprano cubana Maria Aleida Rodriguez e a bela violinista norte-americana Caroline Campbell são as estrelas internacionais que se juntam ao tenor mais amado do mundo, Andrea Bocelli, em suas apresentações no Allianz Parque. Acompanhados pelo Coral e Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e Coral Juvenil do Guri, os artistas dividem o espetáculo em duas partes. Na primeira, passeiam pelas mais famosas arias de ópera. Na segunda, interpretam alguns clássicos do cinema, atual trabalho de Bocelli, produzido pelo renomado produtor musical, David Foster, além de renomadas canções do tenor.

David Walter Foster é um lendário arranjador e produtor musical, que acumula mais de 16 Grammys e inúmeras indicações – fruto de seu trabalho com consagrados astros da música como Celine Dion, Mariah Carey, Whitney Houston , Madonna, Bee Gees, Michael Jackson, numa interminável lista. É de sua lavra a produção do disco “Cinema”, do tenor Andrea Bocelli, com quem já trabalhou anteriormente, no álbum \”Passione\”.

Eugene Kohn pianista e maestro norte-americano, começou desde cedo no mundo operístico. Maestro Kohn já acompanhou estrelas da ópera como Maria Callas, Franco Corelli, Renata Tebaldi e Luciano Pavarotti. Sua estreia no Metropolitan Opera se deu em 1980, conduzindo o clássico La Gioconda, o que o expôs ao mundo internacional, conduzindo peças em Viena, Berlim, Barcelona, Paris, Roma, entre outros. Levam sua assinatura alguns CD´s e vídeos de sucesso, entre eles de Placido Domingo, com quem trabalhou por mais de 30 anos como diretor musical. Atualmente ocupa função similar com Andrea Bocelli, com quem já se apresentou para os presidentes norte-americanos Clinton, Bush, Obama e Papa Francisco.

Caroline Campbell é uma aclamada e virtuosa solista de orquestras como a de Cleveland, Los Angeles e Dallas Symphony. A musicista norte-americana tem solado em locais de prestígio, como o Carnegie Hall e a Sydney Opera. São famosos seus duetos com estrelas como Andrea Bocelli, Stevie Wonder, Barbra Streisand, Julio Iglesias, Rod Stewart e Sting, além de composições para grandes filmes.

Maria Aleida, soprano cubana, tem percorrido o mundo cantando em concertos monumentais como o do tenor Andrea Bocelli e a Rossini Opera Festival do Pesaro. Sua carreira conta com brilhantes interpretações de clássicos da música, como La Bohème. Reconhecida internacionalmente, Aleida ganhou prêmios no Metropolitan Opera National Council Auditions e na Montserrat Caballé International Singing Competition, na Espanha.

Andrea Bocelli

Há três anos sem se apresentar no Brasil, Andrea Bocelli costuma arrebatar fãs de música pop e clássica, indistintamente, assim como emociona com sua voz potente a homens e mulheres. O espetáculo em São Paulo contempla o repertório do último disco do tenor, “Cinema”, lançado em outubro para 75 países. Grandes clássicos do cinema de todos os tempos estão presentes, e também sucessos de seu repertório como “Ave Maria”, “Funiculí Funiculá”, “Nessun Dorma”, “Time to Say Goodbye (Con te partirò)”, entre outras.

Com mais de 80 milhões de álbuns vendidos em todo o mundo, Andrea Bocelli também deixou sua marca na Calçada da Fama em Hollywood, e agora, com o lançamento do álbum “Cinema”, retribui em altíssimo estilo à sétima arte. No repertório do disco, lançado em outubro último, e que compõe o set list do espetáculo no Allianz Parque, não faltam grandes sucessos da telona.

Com o status de quem já teve a honra de se apresentar para três presidentes norte-americanos, três papas e famílias reais de todo o mundo, Andrea Bocelli passeia pelos clássicos com a desenvoltura e a performance habituais. Trata-se de um tributo ao cinema como poucos já realizados.

“Cinema\” celebra as maiores canções das telas de todos os tempos e reúne uma equipe de lendas musicais, incluindo David Foster, Humberto Gatica e Tony Renis, que trabalharam juntos no sucesso pioneiro de Bocelli, “Amore\”.

Lançado mundialmente no dia 23 de outubro pela Sugar Music/Universal Music Group e Verve Music Group nos EUA, o álbum marca a primeira gravação de Bocelli em estúdio em dois anos. O trabalho apresenta uma coleção de canções de filmes gravados na cultura e corações de várias gerações, incluindo músicas-tema épicos como “Doutor Jivago”, “Love Story”, “O Poderoso Chefão”, “A vida é bela”, “Gladiador”, “Bonequinha de luxo”, além de canções populares de musicais de teatro imortalizadas por suas versões de filme, tais como “West Side Story” e “Evita”.

A majestosa voz de Bocelli, em parceria com fantásticos novos arranjos e tecnologias de estado da arte de gravação, traz nova vida a algumas das maiores obras-primas musicais para cinema de compositores que marcaram a história dos filmes e da música no século passado, de Leonard Bernstein ao lendário Ennio Morricone.

“Com o álbum ‘Cinema’ realizo um desejo que nutria por décadas. Nunca fiz segredo do meu sonho de realizar um projeto com músicas associadas a trilhas de filmes. Creio ser um tesouro artístico excepcional”, analisa Bocelli. O cinema sempre o fascinou, porque as partituras escritas para filmes são muito livres e potencialmente criativas. “É um vasto universo onde o compositor pode andar como quiser, seja qual for sua inspiração, onde se pode experimentar sem ter que submeter às normas da música clássica.”

Bocelli acredita que se os filmes são uma fábrica de sonhos, as músicas que os acompanham abraçam esses sonhos e aumentam a magia e vitalidade emocional. “Meu convite é para que esses clássicos imortais do cinema se fundam com as experiências, memórias mais preciosas, emoções de todos os ouvintes e se tornem uma trilha sonora inigualável para sua vida”, propõe o tenor.

Acompanhado pelo Coral e a Orquestra Jovem do Estado, o artista também interpretará sucessos líricos de alguns de seus discos, em canções românticas de compositores como Tosti, Liszt, Denza e Gastaldon.

Coral e Orquestra Jovem do Estado

Criada em 2008, a organização social Santa Marcelina Cultura administra dois programas de educação musical do Governo de São Paulo: o Guri, na capital, – com seus Grupos Infanto-Juvenis e a série Horizontes Musicais – e a Escola de Música do Estado de São Paulo (Emesp Tom Jobim) – com seus Grupos Jovens, entre eles a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, Ópera Estúdio e Núcleo de Música Antiga. Também foi responsável pelo Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão nas edições 2009, 2010 e 2011. Tem como objetivo criar um ciclo virtuoso para a formação musical na Região Metropolitana de São Paulo, integrado a um sólido projeto de inclusão sociocultural, como meio de realizar sua missão: formar pessoas – para a vida, a família e a sociedade. Mais informações:http://santamarcelinacultura.org.br/

Dançar Marketing

As mais de três décadas da Dançar Marketing & Comunicações estão diretamente ligadas ao surgimento e à evolução do marketing cultural no Brasil, onde a empresa registra números impressionantes. São mais de 1.000 espetáculos realizados, 20 projetos proprietários, 60 shows open air, 20 milhões de espectadores diretos (presenciais), além de centenas de projetos sociais. Em seu currículo estão grandes turnês internacionais, como Norah Jones, Seal, Diana Krall, George Benson, Herbie Hancock, Glenn Miller Orchestra, Ray Charles, José Carreras, Sarah Brightman, Kiri Te kanawa, Orquestra Johann Strauss de Viena, Orquestra Filarmônica de São Petersburgo, Orquestra Filarmônica de Berlim, entre outros.

A Dançar é pioneira na concepção e na realização de projetos proprietários, como Telefônica Open Jazz, HSBC Music Series, Avon Woman in Concert, Astrazeneca Viva Cultura!, IBM e-Festival, Criação Teatral Volkswagen, Viagem Nestlé pela Literatura, entre outros. A empresa também inovou ao dar um passo importante para a democratização cultural, ao realizar grandiosos eventos Open Air. Até o momento, foram mais de 60 espetáculos realizados a céu aberto pelo País, alcançando público superior a 5 milhões de pessoas.

Comentários
Loading...