Marco Antônio da Silva é bicampeão

0

O abrir da porteira na Arena de Rodeios deste domingo, dia 26, apresentou ao Estádio o vencedor da modalidade Cutiano. Marco Antônio da Silva da cidade de Palestina (SP) alcançou a nota total de 235. A montaria foi marcada pelo desempenho do competidor que após oitos segundos saiu da arena saudado pelo público.

Este ano, a característica que predominou as montarias foi a qualidade dos animais, tornando o desafio muito mais empolgante para quem assiste e muito mais difícil para quem monta. De cada dez animais utilizados nas montarias, uma média de sete peões não conseguiram permanecer os oitos segundos estabelecidos para a prova. “O que se viu neste rodeio foi a qualidade da boiada trazida para melhores competidores do país. Definitivamente Barretos apresentou as melhores montarias do País”, afirma Beto Bampa, diretor financeiro de “Os Independentes”.

Marco Antônio – o “Piu”, como é conhecido no mundo do rodeio, foi campeão em Barretos na mesma modalidade em 1997. Este ano o competidor levou para casa o prêmio de R$ 20 mil reais. Ele montou o cavalo Carioca da tropa de Dito Soncino. Em segundo lugar ficou Rivail José Ferreira da cidade de Jales (SP) e Vilson Martins Araújo da cidade de Herculândia (PR). Abaixo, seguem a soma das notas da prova de hoje.

1º – Marco Antônio da Silva – 235 pontos
2º – Rivail José Ferreira – 233 pontos
3º – Vilson Martins Araújo – 229 pontos

A modalidade
A modalidade Cutiano é o estilo de montar rústico, praticado unicamente no Brasil. Caracteriza-se pela falta de apoio do peão, pois apenas duas cordas são amarradas à peiteira do cavalo para que o peão possa segurar. Nessa modalidade é usado arreio – assento feito em couro, baixeira, peiteira e rédeas com duas canas – tiras de corda. Embora esta montaria seja tipicamente brasileira, alguns peões do exterior têm participado desta prova.
No primeiro pulo do animal o cowboy deve posicionar as esporas entre o pescoço e a paleta do cavalo. A partir do segundo pulo as esporas devem ser puxadas em direção à cava da paleta. As esporeadas aumentam o grau de dificuldade da montaria, uma vez que o cowboy fica mais solto sobre o animal, aumentando também as chances de notas mais altas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here