Juiz extingue processo da “Peladona do Villa Mix” contra cantor Gusttavo Lima

0
145
Juiz extingue processo da “Peladona do Villa Mix” contra cantor Gusttavo Lima
Juiz extingue processo da “Peladona do Villa Mix” contra cantor Gusttavo Lima
\"Juiz

O juiz Yale Sabo Mendes, da 7ª Vara Cível de Cuiabá, decidiu extinguir a ação por danos morais que a estudante cuiabana Hosana Priscila de Oliveira Lopes movia contra o cantor sertanejo Gusttavo Lima.

A decisão foi tomada na última semana e o magistrado levou em conta a falta de pagamento das custas processuais. A estudante, que ficou conhecida como \”Peladona do Villa Mix\”, teve a Justiça gratuita negada e deveria arcar com o montante de R$ 50 mil, para que a ação continuasse a tramitar na Justiça.

Hosana Lopes foi protagonista de um strip tease, durante o festival de música sertaneja Villa Mix, realizado no dia 23 de março passado, no Sesi Papa, no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá. Devido à repercussão do caso e alegando que teria sido forçada a fazer o strip, a estudante entrou com um processo contra o cantor, a empresa Adudio Mix Publicidade & Eventos, o próprio Villa Mix e também a Unifort Segurança e Vigilância Patrimonial Ltda.

Na ação, ela pedia R$ 5,7 milhões a título de indenização.

Anteriormente, o juiz Yale Mendes já havia negado pleito de Hosana Lopes, para fazer jus à gratuidade dos serviços da Justiça.

O magistrado, então, determinou que a estudante pagasse R$ 50 mil pelo processo.

Desta vez, a justificativa de arquivar a ação é que a jovem não apresentou, no prazo de 30 dias, o recolhimento das custas processuais.

Yale ressaltou, ainda, que o processo não foi extinto em razão de “abandono de causa”, mas pela ausência do pagamento.

\”São pressupostos de constituição e desenvolvimento válido e regular do processo”, citou o magistrado, em trecho da decisão.