Música

Cristiano Araújo é o 27º artista mais ouvido do Brasil

Cristiano Araújo é o 27º artista mais ouvido do Brasil
Cristiano Araújo é o 27º artista mais ouvido do Brasil

Apesar de ter a fama contestada na época da tragédia que tirou sua vida aos 29 anos, Cristiano Araújo continua entre os artistas mais tocados nas rádios brasileiras mesmo dois anos após a morte.

O cantor atualmente é o 27º artista que mais ouvido do Brasil, segundo dados emitidos pela Connectmix, que afere a execução em rádios de todo o território nacional.

O desempenho parcial deste ano supera o de 2016, quando ele atingiu a 35ª posição dessa mesma lista.

A música mais ouvida de Cristiano Araújo em 2017 é Maus Bocados, que foi tocada 44 mil vezes até junho. É Com Ela Que Eu Estou vem logo em seguida, com 41 mil execuções. Cê Que Sabe fecha o top 3 do artista, com 40 mil plays. Ao todo, 16 músicas de Cristiano entram na lista das 2 mil mais ouvidas do País neste ano.

Entenda o fenômeno

Embora um ilustre desconhecido para parte dos habitantes dos grandes centros, em 2015, quando morreu, o cantor vivia o melhor momento da carreira e era considerado um ídolo do sertanejo no interior de Estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

A fama é fruto de um trabalho que começou ainda na infância. O pai de Cristiano Araújo, João Reis, sempre incentivou e apostou no sucesso do filho, tanto que fazia questão que ele seguisse carreira solo para não dividir os holofotes com outro cantor.

O reconhecimento pode ter demorado mais do que eles previam, mas chegou. Em 2011, aos 25 anos, Cris lançou a faixa Efeitos, que se tornou uma das mais populares no País naquele período.

A música garantiu ao cantor a exposição que ele precisava para integrar o seleto grupo dos cantores sertanejos que conseguem ter uma agenda com vinte apresentações mensais, acordos com grandes escritórios e gravadoras e cachês que superam R$ 100 mil.

Mas o trabalho principal de um músico nesse segmento não é chegar lá. É se manter. E é nesse momento que muitas carreiras se desviam e caem no ostracismo. Cristiano soube superar o desafio com um repertório que equilibrava baladas românticas e músicas mais animadas.

Essa consagrada fórmula ajudou a mantê-lo em evidência tanto nas rádios, que preferem o sertanejo romântico na programação, como nas boates e casas de shows, onde as músicas de balada sobre bebedeira e pegação compõem a trilha sonora do jovem público frequentador.

Em quatro anos de atuação, ele nunca deixou de ter pelo menos uma música entre as mais tocadas do ano. Além de Efeitos, emplacou Hoje eu To Terrível, Maus Bocados, É Com Ela Que Estou e Caso Indefinido. Mesmo após a morte, as músicas continuaram tocando e a quantidade de visualizações do cantor no perfil de YouTube não para de crescer.